Rooting the Avant-garde in Traditional Stocks: Musical Dialogues in Uncertain Times

Quarta-Feira, 15 Setembro16h00 - 17h00Startup Lisboa Main Hall - Hub Criativo do Beato Talk

Ao longo do último ano, a pandemia paralisou a cena de música urbana. Com as salas de concerto fechadas, as tours interrompidas e os festivais parados, muitos artistas aproveitaram estes meses de hiato obrigatório para desenvolverem projetos mais criativos e pessoas. Entre as mais recentes experimentações musicais que se estão a tornar tendência são aquelas que partem da chamada música tradicional para a cruzar com sonoridades contemporâneas. As sonoridades resultantes misturam muñeiras com ritmos de trance, fado com música electrónica ou flamenco e hip-hop, agradando um público em busca de um novo sentimento de identidade e de pertença em tempos de incerteza.
Juntando os quatro projectos que participaram nas duas residências do MIL, o objetivo desta mesa redonda é explorar os limites e as possibilidades destes diálogos e colaborações musicais entre a tradição e a contemporaneidade. O ponto de partida desta conversa será: Que/Quais raízes? Que caminhos músicos explorar? Como (re)definimos a tradição em tempos de hiper-velocidade e hiper-conexão? Quem detém a tradição? Como é que esta propriedades é desafiada e negociada musicalmente? Quais são as implicações políticas desta reinterpretação das músicas populares e tradicionais em tempos marcados pela incerteza e conservadorismo? Há um potencial de emancipação nestas colaborações musicais?