MIL meets SACEM with La Chica, Johan Papaconstantino, Hadi Zeidan, DJ Marfox

Sexta-Feira, 27 Março00h00 - 06h00Musicbox Concertos

A SACEM convida La Chica, Johan Papaconstantino, Hadi Zeidan, DJ Marfox para uma after-party no Musicbox.

00h00 – 00h45 > La Chica

De um lado do oceano, há a América Latina. A terra é intensa e cheia de magia. Do outro lado, há Paris e Belleville. Uma terra pluriculural, urbana e moderna. Através da sua música, La Chica reúne estes dois mundos, apresentando uma colagem de texturas e sons, enraizada na sua herança tradicional e das influências modernas, quebrando todos os padrões sociais modernos.
La Chica criou o seu universo em torno do piano e teclado, naturalmente misturando a sua inspiração aos clássicos, o seu amor por Debussy e a profundidade das páginas de sintetizadores analógicos. Sem máscara, a artista francesa/venezuelana transmite um estado brusco de emoção, oscilando entre pensamentos abstratos e poesia introspectiva.

01h15 – 02h00 > Johan Papaconstantino

Autodidata e multidisciplinar, Johan Papaconstantino cria uma arte global, partilhando os seus sentimentos através da música e da pintura, inspirando-se nas duas artes. Em dezembro de 2017, lança seu primeiro EP solo caseiro “Contre-Jour” no Bandcamp. À procura de expressar a sua visão pessoal da estética, Johan decide iniciar um projeto composto por 7 faixas. Em “J’sais pas” e “Pourquoi tu cries ??”, faixas emblemáticas do seu EP, combina as influências da música eletrónica às raízes gregas e formação musical oriental de sua juventude. Johan está de volta com uma nova faixa e um clip, “J’aimerai”, filmado em Marselha, cidade onde cresceu.

02h30 – 03h30 > Hadi Zeidan

Geografias musicais e aventuras cross-genre entrelaçam-se na obra de Hadi Zeidan. Como artista de som, músico e curador, o portfólio de Zeidan traduz pesquisa intergeracional, estética urbana multicultural e movimentos constantes.

Nascido em Beirute, Líbano e sediado em Paris, França.

03h30 – 06h00 > DJ Marfox 

DJ Marfox, nascido em Portugal mas com raízes em São Tomé e Príncipe, é uma autêntica lenda urbana, suburbana e do gueto lisboeta. Lançou em 2016 o seu mais recente e aclamado disco “Chapa Quente” na editora Príncipe, que figurou em alguns dos tops mais destacados de melhores do ano no género de música electrónica de dança (FACT, XLR8R, Thump, Crack Magazine, Mixmag ..) e foi nomeado para ‘Disco do Ano’ nos Prémios Time Out.

A sua inigualável visão de techno barroco e ritmicamente expansivo, imbuído de Garage, Bass e Batida (Kuduro instrumental) tem seduzido e cativado público e crítica pelo mundo fora com títulos em selos discográficos como a Enchufada, Lit City Trax, Boomkat Records e Warp Records. Na década anterior pra além da correria a tocar pelo mundo – esteve no Brasil, Angola, Uganda, México, nos Estados Unidos, Ásia, pra além de um pouco por todo o lado na Velha Europa -, foi aceitando convites para remisturar temas de outros pares – tUnE-yArDs, Capicua, Panda Bear, Elza Soares, Fever Ray, KOKOKO!, entre outros – e em 2019 realizou uma encomenda de música original sua para a instalação da artista Natascha Sadr Haghighian para o Pavilhão Alemão na Bienal de Veneza, em cuja festa de encerramento o produtor e DJ esteva presente para uma actuação.