After Party ft. YURI (BR) + VIOLET (PT) + GADUTRA (BR)

Quinta-Feira, 29 Setembro01h00 - 06h00Titanic Sur Mer Concertos

Entrada Livre para portadores de bilhete MIL até às 02:00

preço: 6€

Yuri é artista brasileire de São Paulo que reside atualmente em Lisboa. Produz a VORAZ uma festa de celebração de identidades não-bináries e trans, que nasceu no início do ano do seu show de rádio pelo coletivo da Rádio Quântica, que está no ar desde 2020. A sonoridade que Yuri apresenta nas pistas de dança não se prendem a um gênero específico dentro da música eletrônica e sim uma mistura de referências e memórias musicais que acompanham sua trajetória. A proposta majoritariamente é sempre trazer músicos e produtores da América Latina, com foco na comunidade queer, criando uma atmosfera única na pista de dança mas também em uma reflexão sobre o cenário musical atual.

 

Inês Coutinho, nome artístico Violet, é uma compositora e DJ nascida em 1984 em Lisboa, fundadora das editoras independentes naive e naivety e co-fundadora dos colectivos mina, A.M.O.R. e Rádio Quântica. Actuou ao vivo a solo em reputados festivais internacionais como Berlin Atonal, Unsound (Polónia), Magnetic Fields (Índia), Sugar Mountain (Australia), Dekmantel Selectors (Croácia) e mais, em tournées por todos os continentes. Compôs música para a peça de Teatro ‘Jângal’ no Teatro São Luiz, para o espectáculo de dança ‘20 18’; no Palácio Foz – ambas produções do Teatro Praga – e ainda bandas sonoras para desfiles das semanas da moda de Lisboa, Porto Milão e Paris. Radialista desde 2009, passou pela Antena 3, continuando presentemente na Rinse FM (Londres) e na sua Rádio Quântica, mensalmente.

 

Enquanto produtora musical, a sua discografia remonta a 2006, e inclui 8 EPs e dois álbuns – o primeiro na editora americana Dark Entries, denominado ‘Bed Of Roses’ foi considerado um dos álbuns do ano de 2019 pela Fact Magazine e pela DJ Mag – e o segundo ‘Archives 2012-2020’ editado já em 2021 na sua própria editora naivety. É ainda responsável por dezenas de remisturas (para a banda brasileira Teto Preto, a artista americana Kim-Ann Foxman, o artista chileno Matias Aguayo e muitas outras).

 

Gadutra é artista transmídia do Brasil. Registra por som, tatuagem, fotografia, pintura e projeção. Na música, pesquisa a audiosesitividade que conduz a intuição, o silêncio e a conexão ancestral do dançar no agora. A ternura da agressividade marginal, a sofisticação da putaria tropical. Genderfluid songs for transmutant people. Tecnomagia.