Marinho MIL

Marinho (PT)

Sexta-Feira, 27 Março21h15 - 22h00Estúdio Time Out Concertos

Marinho nasceu em Lisboa e cresceu em frente à televisão. Teve desde cedo muita exposição a desenhos animados americanos e aos filmes de meados dos anos 90, o que resultou numa crescente intimidade com a perspectiva de Hollywood sobre o amor, relações e natureza humana no geral.
Agora, como jovem adulta, ela tenta compreender aquilo que existe entre expectativas romantizadas em demasia e a vida real fora de sitcoms . As resoluções surgem na forma de canções de indie folk que escreveu e colecionou ao longo dos anos. Canções essas que são apresentadas no seu álbum de estreia “~” (ler ‘til’), editado em Outubro de 2019 pela Street Mission Records nos formatos CD e Cassete e distribuição digital assegurada pela [PIAS].
Nas palavras da compositora: “~ é sobre aceitar que a vida é feita de altos e baixos. É sobre a transição de se tornar alguém que olha para dentro para resolver falhas emocionais, em vez de procurar resolução nos outros. É sobre a procura pela cura.”
Gravado no Black Sheep Studios e masterizado por Philip Shaw Bova (Father John Misty, Marlon Williams, Feist, Andy Shauf), “~” é construído a partir da simplicidade das raízes da música folk norte-americana e inspirado em ricas texturas cinematográficas.
O primeiro single, “Ghost Notes”, lançado no início de 2019, foi um sucesso com forte impacto nas rádios e em playlists do Spotify ou Apple Music. O segundo single, “Window Pain”, teve estreia na VICE Portugal e deu continuidade ao bom momento de Marinho. No início de Setembro surgiu o terceiro avanço do disco, “Freckles”. E, mais tarde, surge a derradeira antecipação com “I Give Up And It’s Ok”, num vídeo realizado por Martim Braz
Teixeira (aka Jasmim) e estreia no blogue nova iorquino Audiofemme.